Aritmética Sagrada

Nun_Raises_the_Sun

O Número Nove e sua Relação com o Dez

Segundo o Professor Livraga, a circunferência é a sombra ou o reflexo do Zero, este último símbolo do Deus Absoluto, a Causa sem Causa de toda a série aritmética e geométrica. Podemos observar novamente o número nove como o fecho do ciclo e podemos também observar que há algo mais, aquilo que está para além daquilo que corresponde à origem do ciclo.

Partilhar
Counts_tomb_75_gizeh-lepsius

Matemáticas Egípcias

Para os Egípcios os Números são os Deuses, os Arquétipos Puros de Platão, as Ideias divinas, o esqueleto vibrante, articulado, luminoso e puro de tudo o que nasce, vive e morre.

Partilhar
SoNVII_capa

Sobre os Números VI

Nada retira o Ser de si mesmo, nada o muda, nada o substitui. Porque nenhum outro ser há posterior a ele que o toque, e se o houvesse, estaria subordinado a si. E se houvesse algo contrário a si seria impassível à influência do próprio oposto. Se existisse um contrário, não havia sido produzido este nosso Ser, mas outro anterior a si e comum a ambos, e esse seria o Ser. Por isso disse Parménides com razão que o Ser é uno. E é imperturbável à influência de outro, não graças à sua solidão, mas porque é Ser. Porque só ao Ser vem o ser de si mesmo. Então como poderia alguém retirar-lhe o Ser ou qualquer outra de quantas coisas são atos do Ser e quantas derivam dele?

Partilhar
richard-wagner-gea42c115d_1280

Exemplos de Matemática Sagrada na Tetralogia de Wagner

Como dizia Platão, a Música é uma Matemática divina e harmoniosa, expressa em movimento e vibrações (por exemplo sonoras) no mundo. Com um monocórdio pitagórico, e convertido em compassos, podemos “ver” (no compasso do acorde, precisamente), “ouvir” e até “sentir emocionalmente” os números. 

Partilhar